Relics

História da Banda

Criada em 2003 por quatro jovens do Rio de Janeiro, a Relics quis fazer algo diferente não sendo muito visto nas noites cariocas: Uma banda cover de Pink Floyd. Aclamada por milhões de fãs ao redor desse mundo, e considerada uma das maiores bandas de todos os tempos, uniram então suas paixões incomuns não só pela música, mas pelo Pink Floyd. Nessa primeira formação a banda era composta por Henriqu e Lima (Voz e guitarra), Lucas Viégas (Voz e baixo), João Paulo (Teclado) e João Abdala (bateria). Pararam por um período, e com a saída de Henrique, João Abdala decidiu chamar André Peres (Guitarra), André Romiszowski (Voz e violão) e Vitor Mendes (Baixo e voz) para compor o elenco, e com uma banda maior poderiam suprir ainda mais certas músicas que faltavam nas músicas do Pink Floyd. Essa formação ficou até 2007 com a saída de João Abdala e a entrada de Cyro Viégas, irmão de Lucas. Formação que até hoje continua a mesma. Algumas pessoas olhavam meio torto quando viam esses rapazes subirem no palco e pensavam: ''Eles vão tocar Pink Floyd ? É isso mesmo ?''. Talvez pela pouca idade que tem, é comum que o público os olhem dessa maneira. Mas quando tocavam, ficavam boquiabertos, não pela perfeição, mas pelo jeito e particularidade que tocam Pink Floyd. A proposta da Relics, nunca foi fazer uma releitura perfeita, mas sim tocar Pink Floyd com uma roupagem diferente, e explorando a influência dos integrantes, mas nunca fugindo da energia floydiana. Seus shows passam desde o primeiro disco, o The Pipe Gates of Dawn, criado em 1967, até o último, o The Division Bell, gravado em 1994. Possuem um repertório extenso, tocando músicas que nem o próprio Pink Floyd tocava ao vivo. Já tocaram nas principais casas de show do Rio de Janeiro, em Pedralva, no sul de Minas. Em Petrópolis, no Festival de Aldeia Velha, considerada pelo público como uma das melhores bandas que já passou pelo festival, no qual este ano chega à sua 11ª edição. Para cada show, escolhem o repertório a dedo, e sempre buscam prestigiar os fãs com músicas que sempre quiseram escutar do Pink Floyd. Normalmente, cada show dura por volta de 2 horas e meia. E ao longo dos anos, puderam ver que Pink Floyd não tem época, nem idade. E por isso a Relics está na ativa até hoje. Mantendo seu espírito jovem no palco, e nunca deixando o Pink Floyd fora de suas vidas.

RELICS: André Peres (Guitarra) André Romiszowski (Violão e voz) Cyro Viégas (Bateria) Lucas Viégas (Guitarra e voz) João Paulo Borges (Teclado) Vitor Mendes (Baixo e voz)

 

facebook

Aonde se encontra

Contate a Banda

Per favore, inserisci il codice:

Nota: I campi con l'asterisco sono richiesti

Videos

Consiglia il portale ai tuoi amici su facebook, clicca mi piace

Consiglia il portale ai tuoi amici su google+ clicca g+1